[Sugestão] PRAGA no GxG do Forge?

Discussão em 'Discussões, Sugestões & Críticas' iniciado por seriguela, 21. Jul 2017.

  1. razzar

    razzar New Member

    Inscrito com sucesso:
    16. Mai 2013
    Na verdade o FOE está se tornando complexo!!!! Muitas alterações que vão minando a jogabilidade!!!. Primeira coisa é esse cálculo diário!!! O Brasil com esse fuso horário é bem complicado reunir os jogadores nesse momento é complicado reunir
     
  2. BRUDAN

    BRUDAN Active Member

    Inscrito com sucesso:
    17. Mar 2014
    Sexo:
    Masculino
    GvG: deveria em vez de segura territórios e os proteger a guilda criada com x de jogadores participaria da GvG.
    Tipo, se quero atacar uma guilda de meu nível que o jogo entende que é do mesmo nível da minha, assim qur declaro o ataque o adversário e avisado e ele terá 12 hrs pra forma as defesas, de mesma forma a minha tera que forma as tropas do Ataque, assim os jogadores tipo doaria as tropas como faz no tesouro.
    Ou poderia ser de outra forma.
    A guilda declara o ataque a outra guildas com 80 lutas, os ataque começará a x hrs, uma guildas tem que bater as 80 lutas até 20 minutos, e a outra defender neste mesmo tempo podendo repor defesa, como se fossemos pega um território de 80 lutas igual hoje, quando a guilda adversária não consegue se defender perde o território. Mas a guilda só iria ser derrotada e teria 24 de escudo pra se recuperar e poder ser atacada novamente.
    Quem ganha defendendo ou atacando aumentaria o nível da guilda.
     
  3. seriguela

    seriguela New Member

    Inscrito com sucesso:
    24. Jun 2017
    Oi Razzar, oi Brudan. Isto aqui esta virando uma consultaria de negócio gratuito pro Forge hahahahah. (e fugindo um pouco da ideia inicial hahahaha) . Joguei uma vez com um notebook com tela pequena, é horrível, sem mouse, é indecente de ruim. Não faço nem ideia de com é feito no celular, acho q quem usa é artista, deve ser uma rolação de tela sem fim. O que vejo de toda esta conversa, é que são muitas variáveis de negócio que o Forge coloca na balança. Agora apareceu a jogabilidade fixa (PC) e móvel, se vão simplificar a estratégia p/ o celular, vão matar o jogo - não existe jogo de estratégia simples, só se vão querer concorrer com o mais popular, famoso e imbatível PACIÊNCIA DO WINDOWS (com 4 naipes é bem difícil - hahahahahahah). Um jogo de estratégia é difícil, manhoso, desafiador e a gente ganha e perde um monte de vezes - é por isso que estamos jogando isto aqui - gostamos disto. E os "atores" para decidir os rumos da jogabilidade, pelo q vejo são: Os desenvolvedores, que devem estar divididos em 2 facções políticas (devem estar se comendo dentro da empresa - minha imaginação é um perigo ahahahah), uma quer um Forge/simples (ex: GxG travadão) e outra q quer um Forge/parrudo (ex: Expedição - um golaço de placa), e tem o pessoal do Financeiro (são os diamantes), que se não viraram políticos e escolheram um lado e esqueceram da lucratividade e da sobrevivência do negócio a longo prazo, ainda são atores no jogo, se não, viraram um bando sem rumo dentro da empresa, e por fim tem os Clientes/Fregueses - no caso os Top20, são as 20 guildas com mais pontuação nos 9 mundos. Estes caras se falarem tem voz dentro da empresa. Os 3 lados vão ouvir - os simples, os parrudos e os diamantados. Agora se estes Top20 vir com uma choradeira de que "tá dificir", segurar 30 setores em todas as Eras em 3 mundos simultaneamente - vão enterrar o jogo rapidinho. Na minha ideia o GxG é a alma do Forge, e segurar 30 setores em 3 Eras de 1 mundo deveria ser um feito, e se a guilda conseguisse segurar 30 setores em 4 Eras, seria endeusa pelos outros jogadores nos sites de bate papo. A jogabilidade tem que ser estratégica, as opções desafiadoras, a I.A. tem que infernizar a vida de todos (são as variáveis não programadas), ai cada guilda bola sua estratégia para vencer a outra, levando em conta seu potencial, o potencial da outra, e da outra que esta correndo por fora (fala que é aliada, mas só esta esperando o seu vacilo) e mais o imponderável (a I.A.). Estou bolando outra sugestão que deveria ter variações da natureza - chuva torrencial, calor insuportável, neve (afinal é um jogo alemão), tempestade solar (para os satélites) e outros bichos destes imprevisíveis - para qdo a gente bolar a estratégia, juntar a moçada, tá pronto pro "bote", aí acontece um fenômeno e temos que repensar tudo, mudou as variáveis, se não fica previsível que nem o famoso e popularmente imbatível - PACIÊNCIA DO WINDOWS (já falei q com 4 naipes é difícil - deveriam tentar, só tomei porrada lá). E os Top20 estão lá no topo porque são "bauns memo", sabem jogar, são competitivos e se as dificuldades forem aumentadas, eles continuaram lá no Top20, porque gostam do desafio. Agora ficar de nhenhenhe pra facilitar o jogo porque "tá dificir" - o imbatível e sucesso de público PACIÊNCIA DO WINDOWS com 1 naipe é bem facinho - deveriam tentar.
     
  4. WagnnerGomes

    WagnnerGomes New Member

    Inscrito com sucesso:
    2. Jan 2014
    Sua ideia não é ruim, mas esbarra no que um dos usuários falou acima:

    Hoje o FOE é basicamente um jogo de transação de forges e evolução de GEs. Estou em Brisgard na guilda líder e, na minha visão, essa "praga" iria prejudicar muito mais as guildas menores que as maiores.

    As grandes guildas hoje possuem muitos membros com Arco em níveis elevados, e jogadores que produzem muitos forges por dia. Por tabela, possuem Alcatraz em níveis elevados, que produzem diariamente muitas tropas. Para elas, repor unidades seria até bom para desovar estoques de tropas (uma colega de guilda falou isso, produz mais de 17 tropas por dia e não tem onde colocar). Agora imagine a mesma situação para uma guilda iniciante, em que nenhum membro tenha a Alcatraz ainda, ou mesmo upá-la até gerar boa quantidade de exércitos?

    É fácil achar que as guildas maiores estão "tranquilas". O custo para manter muitas províncias na GvG é elevado e mesmo que mantenham posições em idades antigas, seus membros avançam idades e aí fica mais difícil manter essas províncias para guildas que produzem mercadorias antigas.

    O maior problema das guildas iniciantes é que não há guildas verdadeiramente guerreiras. A grande maioria dos jogadores que inicia no FOE pensa em evoluir sem batalhar regularmente e não tem recursos ou interesse em doar regularmente para o tesouro da guilda. Além disso, o Observatório, que seria a GE inicial para produzir mercadorias diretamente para o tesouro da guilda, só pode ser obtida através de plantas dela própria. Você não as obtém na expedição e nem polimotivando (como ocorre com as demais). O Arco é muito bom, mas é muito avançado para quem começa jogo.
     
  5. seriguela

    seriguela New Member

    Inscrito com sucesso:
    24. Jun 2017
    Legal ter comentado Wagner. A ideia não é privilegiar nenhum tipo de jogador, iniciantes, médios ou avançados. É deixar o jogo mais gostoso. Criar mais variáveis e estimular a estratégia. Então temos nas "Cidades"=>roteiros INDIVIDUAIS e PREVISÍVEIS para cumprir (e está legal), nos "Eventos"=> INDIVIDUAIS e PREVISÍVEIS (e esta legal), na "Expedição"=> roteiros COLETIVOS e VARIÁVEIS (dependente do desempenho individual - e esta legal) e no GvG=> roteiros COLETIVOS e deveria ser o IMPREVISIVEL, o imponderável, possibilitar que improvisemos, acontecer algo que escape do "tudo certinho e planejado do jeito q eu queria"; é o que estou querendo q aconteça. Se não o GvG vira como se fosse administrar a "Cidade". (E eu gostei mais de minha outra sugestão - O DRAGÃO). Abraço e bom jogo.
     
    WagnnerGomes curtiu isso.
  6. sutao aliladrao

    sutao aliladrao Active Member

    Inscrito com sucesso:
    13. Mai 2013
    Sexo:
    Masculino
    Localização:
    Dinegu
    Uma forma de "dinamizar" a GxG seria se numa era não houvesse cerco durante 7 dias 1 setor aleatório seria tomado, independente de ser guilda com 1 setor ou XX, deu o cálculo setor tomado.
     
  7. breno nobre

    breno nobre Active Member

    Inscrito com sucesso:
    2. Dez 2013
    RDMAF E SERINGUELA, VCS TOCARAM EM UM ASSUNTO DE MULTICONTAS, EU COMPREI MAIS DE 30 CONTAS POR 350 REAIS E MAIS UNS 50 QUE ME DERAM E EU NUNCA USEI, DEIXEI NA GUILDA QUE ELA ESTAVA E DEPOIS DE UM TEMPO EU DELETEI TUDO DA CITY E ALGUMAS EU DEI PARA QUEM ESTAVA EM ERAS BAIXAS, SÓ QUE ESSAS PESSOAS NÃO REPASSOU A DELE PARA ALGUÉM OU DELETOU E POR ISSO NÃO COMPRO MAIS PERFIS OU SE ME DER EU NÃO QUERO MAIS.
    SEI QUEM TEM VARIAS CONTAS MAIS ISSO NÃO É PROBLEMA MEU DE RESOLVER, POIS JÁ DENUNCIEI VARIAS VEZES E NUNCA ACONTECEU NADA.
     
  8. breno nobre

    breno nobre Active Member

    Inscrito com sucesso:
    2. Dez 2013
    E PARA RESUMIR, ESSE JOGO ESTA FICANDO MUITO CANSATIVO.
     
  9. WagnnerGomes

    WagnnerGomes New Member

    Inscrito com sucesso:
    2. Jan 2014
    Senhores, acho válida qualquer ideia que privilegie a interação e o espírito de cooperação no jogo, embora em alguns casos eu faça ressalvas ou tenha opiniões distintas.

    Independente disso, existe uma situação mais emergente a ser tratada, que é a melhoria do sistema de lutas pelo celular e o acesso ao GvG pelo celular. Qualquer ideia relacionada ao GvG tem que passar pela jogabilidade em dispositivos móveis.

    Há ainda outro detalhe levantado pelo breno nobre, criar alternativas mais dinâmicas no GvG em um jogo que já possui um número grande de interações torna o jogo ainda mais cansativo e pode provocar o efeito inverso: já vi muitas guildas e jogadores abrirem mão da GvG pelo alto custo (entendo neste caso que um maior dinamismo venha acompanhado dos custos correspondentes).
     
  10. NETO PAULADA

    NETO PAULADA New Member

    Inscrito com sucesso:
    6. Jan 2016
    tenho uma ideia porque nao poderiamos doa tropa pra guilda tem membros de guildas que nao gostao de luta la e ficao com um monte de tropas paradas
     
  11. edubr

    edubr TeamWiki

    Inscrito com sucesso:
    15. Mar 2013
    Sexo:
    Masculino
    Localização:
    Aldeia da folha
    Isso na teoria já existe, afinal você pode colocar exercito de defesa ou cerco na GvG, ou seja se um membro não gosta de lutar ele pode só "encher" os slots de defesa na GvG.
     
  12. TomasVerissimo

    TomasVerissimo Active Member

    Inscrito com sucesso:
    8. Mar 2017
    Sexo:
    Masculino
    Alguns acham que a GvG não vale muito quanto antigamente
     

Ir para o topo